O Verdadeiro Segredo Maçônico (Fernando Pessoa)

Fernando Pessoa

Segredos da Maçonaria, por Fernando PessoaO verdadeiro Segredo Maçônico...
É um segredo de vida
e não de ritual
e do que se lhe relaciona.
Os Graus Maçônicos comunicam àqueles que os recebem,
sabendo como recebe-los,
um certo espírito,
uma certa aceleração da vida
do entendimento
e da intuição,
que atua como uma espécie
de chave mágica dos próprios símbolos,
e dos símbolos
e rituais não maçônicos,
e da própria vida.
É um espírito,
um sopro posto na Alma,
e, por conseguinte,
pela sua natureza,

...incomunicável.


Fernando Pessoa (1888-1935), nascido Fernando António Nogueira Pessoa, foi maçom em Lisboa, sua cidade natal. É tido como um dos maiores poetas que a língua portuguesa produziu, sendo seu valor equiparável ao de Camões.

8 comentários:

GiovanniMJ disse...

Existem muitas Lendas e Invencionismos a respeito da Sublime Ordem; sobre Fernando Pessoa conforme anexo, Superficializa de forma popular e relata com simplicidade as sábias palavras sobre o Segredo Maçônico.
Tudo que é ocultado a grande massa popular, causa curiosidades e invencionismos como já relatei, porém, assim como uma Eleição Papal onde só participam os Cardeais que estão preparados Filosóficamente e Espiritualmente, a Maçonaria Priva os seus Segredos, somente aos Capacitados de Receberem seus Conhecimentos.
Ou seja, aos Pertencentes a Esta Sublime Ordem Iniciática, Filantrópica, Filosófica, Apolítica,Com liberdade e respeito a todos os Credos e Religiões, porém só Admite em seu Meio Homens Livres e de Bons Costumes e que Acredite em um Sublime Ser Superior que Denominamos Carinhosamente de DEUS.

Abraços a todos e nossa intenção é trazer à Luz alguns pontos de vista de quem Hora vos escreve.

ASSUNTO disse...

Fernando Pessoa, de maneira singela, porém sábia, conseguiu resumir em poucas linhas, a grandiosidade do segredo maçônico.
T.: F.: A.:

Marcos Castilho Alexandre disse...

"A virtude da alma é a sabedoria, que é o que a aproxima de Deus"


Marcos Castilho Alexandre
ARLS Fraternidade I de Pirituba

Anônimo disse...

Bastante interessante a colocação do nosso amigo GiovanniMJ, que por sua vez, deve ser integrante da Maçonaria e obviamente possui o desejo de defendê-la.

O que é feito dentro dos rituais maçônicos não diz respeito a sociedade até que tal instituição secreta, por sua vez, não queira determinar os rumos da mesma, caso contrário, todos nós temos o direito de saber quais as intenções de um grupo, não coincidentemente burguês e que detém as maiores redes de comunicação, bem como de comércio, e que consequentemente exercem uma total influência dentro de um sistema que "favorece" impreterivelmente os indivíduos de capital.

[Quando falamos de maçons estamos falando de uma vasta gama de empresários, comerciantes, titãs industriais, bem como de indivíduos aparentemente "simples" que mais tarde obterão seu crescimento financeiro pela ajuda que futuramente irão receber da própria irmandade - isto é um fato]

Uma vez a igreja "afastada" do Estado, agora desgraçadamente temos um poder extra institucional, o que não é mistério para nenhum de nós e muito menos uma lenda, uma vez que tais indivíduos, assumidamente maçônicos, passam por cima de leis promovendo suas instituições para benefício próprio; o que não me parece muito com os bons costumes que aprendemos e também não creio que um Sublime Ser que criou tudo com tamanha perfeição e para uso COMUM, seja a favor deste famigerado sistema de dominação capitalista...

A não ser que tal deus que vós tem chamado de sublime, seja diferente do que estamos acostumados a ouvir: Um Deus que não promove diferenças entre os indíviduos, nem dentro de Igrejas e muito menos em qualquer outra instituição, a saber que o exemplo dado (Papa e cardeais) foi desgraçadamente concebido, uma vez que tal ordem foi a responsável por tamanhas barbáries históricas, que possuiu intregrantes maçons e que claramente abusaram do Poder, perdão! Do direito que lhes foi concedido por serem mais capacitados filosoficamente e espiritualmente.

Um abraço
Aconselho que o Sr. reveja os seus argumentos para que possamos todos eficientemente trazer a luz aos pontos de vista de quem ora nos escreve.

Anônimo disse...

Só posso concordar com o Giovanni, quanto a questão da falta de conhecimento, a respeito da Massonaria, "porque o ser humano, ao qual fosse roubada toda e qualquer possibilidade de algum conhecimento, se assemelharia a uma escultura de homem a um homem de pedra ou um homem imovel assim como sua mente.

Anônimo disse...

Para anônimo e a quem interessar.
Sou maçom e não sou rico ou participo de grupos que transgridem leis e tentam levar vantagem em tudo. A Maçonaria respeita todos de forma igual, a igualdade que se fala não é só entre irmãos da ordem e sim, entre toda a sociedade.

Sinceramente, se você teve o desejo de ser maçom e não conseguiu, isso não é motivo para demonstrar tanto rancor.

Aconselho-o a refletir, como uma pessoa inteligente que sei que você é e repensar seus entendimentos a respeito da ordem maçônica.

Você diz que algumas barbáries foram praticadas por maçom, porém, muito do que foi atribuídos aos maçons, não passavam de injustiças e ciúmes. Para tanto, aconselho-o a Ler o Livro "Garfes e Mancadas Antimaçônicas", que diga-se de passagem, não é escrito por maçons, mas, por dois Padres da Igreja Católica que estudaram e desmitificaram várias aberrações atribuídas a maçonaria.

Nesse livro, caro colega, muitos fatos são esclarecidos, nele verdadeiramente você verá quem cometeu, porque cometeu e porque atribuíram a culpa a maçonaria.

Nele você verá uma figura conhecida como “Leo Taxil”, veja o biografia dessa figura e aí você entenderá porque muitas aberrações, principalmente, durante a revolução francesa, que foram atribuídos a maçonaria.

Queria chamar-lhe atenção que, as pessoas que se tornam maçons são pessoas de notável destaque social, a condição de ser maçom não está ligada a questão financeira. Para ser convidado a ser Maçom deve-se obedecer há alguns princípios básicos: ser um bom pai, bom esposo, bom estudante, bom profissional, bom filho, enfim ser um bom cidadão.
Se você ou quem interessar ser maçom um dia, tiver muito dinheiro, mas que, não atenda a esses princípios, jamais terá condições de adentrar aos nossos trabalhos.

Amigo, não temos segredos, polis, cavamos masmorras aos vícios e levantamos templos a virtude.

Fique na paz do Grande Arquiteto do Universo, Deus de amor e bondade, que verdadeiramente você consiga alcançar a luz que tanto você almeja.

katia disse...

Bom dia pessoal!!!

Eu sou cristã, mas nunca antes havia parado para pesquisar o que viria ser "maçonaria"mas me parece que é um grupo de pessoas que se reunem para ajudarem-se mutuamente, isso eu gostaria que acontecesse em meu circulo de amizades, já pensei muitas vezes, mas não deu certo, só sei que pessoas sofrem desprovidas de muitas coisas, inclusive eu.


Me falem mais um pouco sobre o assunto.

Tiago disse...

Gostaria de saber sobre a fonta do texto de Fernando Pessoa. É verossímel? Qual a origem? Grato.

Quer contribuir com o blog?

Quer contribuir com o blog? Mande o seu texto para o E-Mail que aparece na imagem abaixo. Atenção: Somente textos com conteúdo relevante para os assuntos “Maçonaria, Loja Maçônica e Maçom” serão aceitos. Ainda assim, nos reservamos o direito de não publicar aqueles que julguemos inadequados.

Queres Segredos da Maçonaria?

Então leia o que Fernando Pessoa, um dos maiores poetas da história da língua portuguesa, escreveu sobre o Segredo Maçônico.

Pedras Evoluídas

O Sol nasce e ilumina as pedras evoluídas,
Que cresceram com a força de pedreiros suicidas.
Cavaleiros circulam vigiando as pessoas,
Não importa se são ruins, nem importa se são boas.

Chico Science, cantor pernambucano falecido em 1997. (Uma pedra “evoluída”?)